mioleira com ovos mexidos

sketchebook-set-dez-1999_016-copia

 

estou neste não saber onde estou que me assegura estar vivo

e ainda que pudesse regressar, remetido por um esmaecido sentido esgravatado no fundo, não faria a volta,

porque guardo a força muda de cada passo no movimento do caminho e a recompensa do pó da estrada,

o silêncio amplo nunca procurado pelo gesto incluso nas perguntas,

mas no pó da estrada o meu silêncio é indefeso pois a sua dor está dispersa pelo Mundo e tem nomes e carne e ossos e veias e artérias e órgãos vitais e cabeça

e cansaço

e braços

como eu tenho

 

no ponto centrípeto do cerne da noite, o som indistinto das vozes decepadas do dia, dissolve-me a dor arenosa da cabeça

mas não o amarelo dos ovos mexidos a solidificarem na frigideira, misturados com atum e feijão preto, sobre o fogo,

nem a cinza, nem a falta

 

o entendimento represado da falta é o trapézio certo dos pés no chão à face dos ídolos talhados pela queda,

sem a fraqueza da parede e nu, a disputar-lhes a natureza do tributo da cabeça no cepo, a denegar-lhes o que cegos reclamam

na resistência da travessia do sono, na manhã, nas palavras da mina

 

não consigo departir a indistinção das palavras na onda das vozes gregárias

que me aplacam o desespero da declinação nas celas pequenas da geometria do calendário

a noite reflecte a violência do dia mas ao meu amplo não saber onde estou é bastante a voz humana

 

(a ravina de calcário luminoso, a praia, o mar)

 

os pobres comiam a mioleira cinzenta do crânio dos carneiros misturada com ovos mexidos

e não era suposto que o mundo acabasse e o sofrimento

ficava destinado à pedreira do sono

 

venho da nojenta mioleira do crânio dos carneiros misturada com ovos mexidos

 

(a ruína)

as colunas da ruína são a moeda desprezada pelos deuses,

a minha verdade é do domínio do desprezo dos deuses

 

*

Ilustração: dos diários gráficos, Dezembro de 1999.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s