não me é dado morrer mais

não me é dado morrer mais, tudo o que em mim havia a morrer, morreu,

e o suicídio, mesmo, o suicídio verdadeiro, já ocorreu, mas

ninguém passou certidão, ninguém soube, ninguém viu

 

agora é tarde para me procurarem, só uma veia eu não corto;

de resto, achem-me como morto

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s