a falta faca

IMG_20170618_000444

 

toda a falta que me falta já era na minha carne a faca antes de eu ser;
essa falta que me salva na solidez magnífica das ruínas onde o sol vai morrer

de veias e artérias, sangue, suor e sémen é o desenho do caminho que a obscuridade habita;
a obscuridade – essa derradeira luz, a face, o corpo nosso da noite que me abraça e grita

toda a falta que me falta é uma faca incandescente que me cauteriza uma dada ausência,
desconhecida, informe e ruinosa, onde o sol morre, a lua se apaga, o mar recua, e incide a carência

*

Fotografia: pele, 18 de Junho de 2017

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s